Guia para um CEO de sucesso: História pessoal x história da marca - Smartalk Apresentações
BH + 55 31 2531.7774
BH + 55 31 2531.7774
SMARTalk



JAN 16

Guia para um CEO de sucesso: História pessoal x história da marca

By Marketing | 16 de janeiro de 2015 | Dicas

Tanto a história pessoal de um CEO quanto a da marca que ele representa tem no centro o mesmo objetivo: motivar o engajamento emocional da sua audiência.  Apostar tanto em uma quanto em outra é uma forma de evoluir de uma apresentação sem sal para um pitch realmente ousado. Veja como você pode diferenciar estes dois pontos tão importantes e fazer com que ambos funcionem a seu favor na trajetória para se tornar CEO de sucesso:

Como você chegou onde está agora x como a marca evoluiu até os dias de hoje

Não existe nada mais motivador do que a sua história pessoal: como você chegou onde está hoje, como conseguiu superar os obstáculos que surgiram no caminho…  Usando esta técnica de storytelling, você se coloca no papel do herói e, assim, consegue conquistar a plateia por meio das emoções.  Como já disse a escritora Maya Angelou, as pessoas esquecem o que você disse e o que você fez, mas sempre se lembrarão da forma como você fez elas se sentirem. A história da sua marca pode ser tão atraente quanto a sua própria. Para fazer isso, basta personificar a jornada da companhia até os dias de hoje. Quem foi o primeiro cliente a experimentar o produto ou serviço vendido pela marca? De onde surgiu a ideia de criar aquele produto ou serviço? Que necessidade esta ideia buscou preencher na ocasião? Como ela tornou melhor a vida de seus consumidores?

As experiências mais poderosas que você teve x as experiências que seus clientes têm

As experiências que você teve durante a vida são um ponto relevante de inspiração para seu público. Onde você estava quando decidiu começar uma empresa ou aceitar o desafio de assumir determinada marca? Uma história emocionante de um executivo que superou determinado desafio em nome da sua ideia é algo que certamente fará com que as pessoas tenham vontade de contar a sua trajetória para a família na mesa de jantar. Já grandes marcas devem envolver os clientes na sua história para que eles se sintam parte daquilo. Este ponto é especialmente verdadeiro em tempos de mídias sociais, em que os consumidores podem interagir diretamente com as marcas que eles amam.

Que mudanças você pretende fazer no mundo x que mudanças sua marca faz no planeta

A campanha do presidente americano Barack Obama é considerada um dos maiores de sucessos em termos de marca pessoal. O político mostrou uma visão dos Estados Unidos que muitos compartilhavam e, por isso, funcionou. Dividir sua visão de mundo e o que você gostaria de ver nele é uma forma excelente de atrair a atenção e motivar a audiência. No caso da história da marca, não é necessário prometer mundos e fundos para conquistar as pessoas. Basta ser autêntico. Como o mundo seria se sua marca fizesse parte da realeza? Mesmo uma pequena mudança já faz a diferença. Mostre como a sua empresa age neste sentido e como ela conseguiu alcançar determinado resultado.

Contar uma história que faça com que o público pense nela depois faz toda a diferença, independentemente do assunto ser você ou sua marca. Crie uma estratégia que engaje, entretenha e faça com sua audiência salte da cadeira de empolgação.

E você, CEO: acrescentaria algo neste guia?

Comentários estão fechados.